Fevereiro

  • O primeiro de Fevereiro jejuarás, o segundo guardarás e o terceiro é dia de S. Brás: semeia o cebolinho e tê-lo-ás.
  • Tanta chuva pelas candeias tantas abelhas para as colmeias. (Nª Sª das Candeias, dia 2),
  • Senhora das Candeias a rir, está o inverno para vir; Senhora das Candeias a chorar, está o inverno a acabar.
  • Dia de S. Brás, a cegonha verás e, se não a vires, o inverno vem atrás. (dia 3)
  • Em chegando o S. Brás, verás o que o Inverno fez e o que o Inverno faz: se vai para diante ou se fica para trás.
  • Aveia de fevereiro, enche o celeiro.
  • Bons dias em janeiro vêm a pagar-se em fevereiro
  • Em fevereiro chuva, em agosto uva.
  • Em fevereiro neve e frio, é de esperar ardor no estio.
  • Em fevereiro, ergue-se o centeio, a aveia enche o celeiro e a perdiz afaz-se ao poleiro.
  • Fevereiro chuvoso faz o ano formoso.
  • Se queres ser bom grãozeiro, semeia-o em Fevereiro.
  • Quem quiser o alho cabeçudo, sache-o pelo Entrudo.
  • Fevereiro quente traz o diabo no ventre.
  • Fevereiro seca as fontes ou leva as pontes.
  • Neve que em Fevereiro cai das serras, poupa um carro de estrume às vossas terras.
  • Neve de fevereiro, presságio de mau celeiro.
  • Quando não chove em fevereiro, nem bom prado nem bom palheiro.
  • Ao Fevereiro e ao rapaz perdoa-se quanto faz, desde que o Fevereiro não seja verão, nem o rapaz ladrão.
  • Fevereiro engana as velhas ao soalheiro.
  •  Fevereiro afogou a mãe no ribeiro  
  • Para parte de Fevereiro, guarda lenha no quinteiro.
  • Em dia de S. Matias começam as enxertias. (dia 24)
  •  Se seco e quente é o mês de Fevereiro, guarda para os cavalos o feno no celeiro.
  • Em Fevereiro, mete obreiro; pão te comerá, mas obra te fará.
  • Quando não chove em Fevereiro, nem bom prado, nem bom lameiro, nem bom corno no carneiro.
  • Vale mais no rebanho ter um lobo, que mês de Fevereiro formoso.
  • Vale mais uma raposa no galinheiro, que um homem em camisa em fevereiro.

Literatura Oral – Adivinhas

1.           Qual o mês em que as mulheres falam menos?

2.           Muitas damas num castelo, todas vestem de amarelo! O que é?

3.           Sou ave, penas não tenho, capa de ovelhas me cobre; sou criada numa árvore. Coitadinha, sou tão pobre. Quem sou eu?

4.           Numa casa de 12 meninas, cada uma tem quatro quartos, todas elas usam meias, nenhuma usa sapatos. O que é?

5.           Adivinha, adivinha, quem no rabo tem uma linha?

6.           Qual é a coisa, qual é ela que varre o céu todos os dias?

7.           É uma caixinha, de bem-querer, não há carpinteiro, que a saiba fazer?

8.           O que é o que é, tem chapéu, mas não tem cabeça, tem boca, mas não fala, tem asas, mas não voa?

9.           Altos castelos, lindas janelas, abrem e fecham, ninguém mora nelas.

10.         Sempre quietas, sempre agitadas. Dormindo de dia, de noite acordadas. Adivinhas o que é?

11.         Tem dentes e não come, tem barbas e não é homem. Adivinhas o que é?

12.         O que é que vai à mesa, parte-se e reparte-se e não se come?

13.         Qual é coisa, qual é ela, quanto mais quente é mais fresco se torna?

14.         O que é que é que quanto mais alto está melhor se lhe chega?

15.         Verde foi o meu nascimento e de luto me vesti, para dar a luz ao mundo, mil tormentos padeci. Quem sou eu?

16.         Qual é coisa, qual é ela, pequenina como abelha, enche a casa até à telha?

17.         O que será, que será, que cresce na cabeça, e quanto maior é, menos cabelos tem?

18.         Qual é coisa, qual é ela, que quando seca fica molhada?

19.         Qual é coisa, qual é ela, que cai de pé e corre deitada?

20.         O que é que é que vai deitado e vem de pé?

21.         Qual é coisa, qual é ela, que quanto mais se tira, maior fica?

22.         O que é que é que antes de o ser já o era?

23.         Sou frio, também sou quente, sou fraco, também sou forte. Nunca posso estar parado, vejam lá a minha sorte!

24.         O que é que é, que mesmo sendo nosso, é mais usado pelos outros?

25.         Qual é coisa, qual é ela, que atravessa todas as portas sem nunca entrar nem sair por elas?

26.         Sou mais vasto do que o mar e ninguém me pode ver, todo o mundo é meu lugar, sem mim não podes viver

27.         De que lado fica a asa de uma chávena?

28.         O que é que se faz à noite, que não se pode fazer de dia?

Respostas:

1.           Fevereiro

2.           Laranjas.

3.           Avelã

4.           Relógio

 5.          Agulha

6.           Língua

7.           Noz.

8.           Bule.

9.           Olhos

10.         Estrelas.

11.         Alho.

12.         Baralho de cartas.

13.         Pão.

14.         A água do poço

15.         Azeitona.

16.         Luz.

17.         Careca.

18.         A toalha

19.         A chuva

20.         O cântaro da água

21.         O buraco

22.         A pescada

23.         O vento

24.         O nome

25.         A fechadura

26.         O ar

27.         Do lado de fora

28.         Serão

Deixe uma resposta