Janeiro

A água de Janeiro, vale dinheiro. Janeiro quente traz o diabo no ventre. Se queres ser bom ervilheiro, semeia no crescente de Janeiro. Em Janeiro, um porco ao sol outro no fumeiro. Janeiro geleiro, não enche o celeiro. Em Janeiro sobe ao outeiro: se vires verdejar, põe-te a chorar; se vires branquear põe-te a cantar. […]

Dezembro

Ande o frio por onde andar, pelo Natal cá vem parar. Assim como vires o tempo de Santa Luzia ao Natal, assim estará o ano, mês a mês até ao final. Janeiro gear, Fevereiro chover. Março encanar, Abril espigar, Maio engrandecer, Junho ceifar, Julho debulhar. Agosto engavelar, Setembro vindimar. Outubro revolver, Novembro semear, Dezembro nasceu […]

Poeta do Mês

Com o seu nome próprio, Rómulo de Carvalho é autor de numerosos volumes de divulgação da cultura científica e de marcantes estudos como História dos Balões e A Astronomia em Portugal no Século XVIII Já com cinquenta anos de idade, começou a publicar literatura, sob o pseudónimo de António Gedeão. É uma poesia que funde meios de expressão […]