Janeiro

  1. A água de Janeiro, vale dinheiro.
  2. Janeiro quente traz o diabo no ventre.
  3. Se queres ser bom ervilheiro, semeia no crescente de Janeiro.
  4. Em Janeiro, um porco ao sol outro no fumeiro.
  5. Janeiro geleiro, não enche o celeiro.
  6. Em Janeiro sobe ao outeiro: se vires verdejar, põe-te a chorar; se vires branquear põe-te a cantar.
  7. Ao minguante de Janeiro, corta o madeiro.
  8. O luar de Janeiro, é claro como um carneiro; mas lá vem o de Agosto que lhe dá pelo rosto.
  9. Não há luar como o de Janeiro, nem amor como o primeiro.
  10. Chuva em Janeiro e sem frio, vai dar riqueza ao Estio.
  11. Janeiro fora, o dia cresce uma hora.
  12. Pescada de Janeiro, vale carneiro.
  13. Sol de Janeiro, sempre baixo no outeiro.
  14. Trovoada em Janeiro, nem bom prado, nem bom palheiro.
  15. Em Janeiro, acende a fogueira e senta-te à lareira.
  16. Calça branca em Janeiro é sinal de pouco dinheiro.
  17. Janeiro geoso traz um ano formoso.
  18. Janeiro molhado, se não cria pão, cria o gado.
  19. Janeiro bom para a vaca é mau para a saca.
  20. Secura de Janeiro riqueza do rendeiro.
  21. Pintainho de Janeiro, vai com a mãe ao poleiro.
  22. Janeiro frio e molhado enche o celeiro e farta o gado.
  23. Trovão em Janeiro, nem bom prado nem bom palheiro.
  24. Não há luar como o de Janeiro nem sol como o de Agosto.
  25. Ao minguante de Janeiro, corta o madeiro.
  26. Se para a tua casa precisas de madeiro corta-o em Janeiro.
  27. Em Janeiro, os dias têm saltos de carneiro.
  28. Em Janeiro veste pele de carneiro.
  29. Os bons dias em Janeiro vêm-se a pagar em Fevereiro. 
  30. A 20 de Janeiro, uma hora por inteiro e quem bem contar, hora e meia vai achar.
  31. Ao luar de Janeiro, se conta dinheiro.

Deixe uma resposta